23
out
12

LETÍCIA POCHETTINI – REGISTRO – 2012


Hoje, eu apanhei o telefone, e liguei para Letícia. Ela atendeu, e sua alegria deu o tom da voz:

– “Meu querido”, disse ela.

– “Você viu como está chovendo? O dia está triste, por havermos brindado na noite de ontem!”, disse eu, fechando a janela. O forro da cortina atrapalhando…

“Não, eu passei a perna em São Pedro!”, respondeu a bem humorada; “Todos os anos, no dia do meu aniversário chove. Por isso, brindei na noite de ontem! Eu passei a perna em São Pedro, este ano não!”.

    Mais Pérolas de Letícia Pochettini? Ontem, quando ela surgiu, com aquele tubinho com motivos florais, trazendo a própria Primavera dentro de si, com algumas amigas por testemunhas, eu disse:

– “Você está linda!”.

– “Eu não sou linda, eu sou feliz”. De Leve…

É maravilhoso falar de quem nós gostamos, uma pessoa que nós conhecemos, e que ainda assim, nos surpreende. O mês é dela, um dia apenas não basta. A semana é o Festival Letícia, pois que tudo conflui para ela. Como amigo, estou muito feliz por celebrá-la, mas isso é pouco. Você pensa que vai dizer algo bacana, até ensaia duas ou três coisas legais para dizer à ela, e Leticia nos encanta com mil coisas lindas! Senti-me uma barra de Urânio, destas que usam nas usinas atômicas. Já tinha minha própria energia, gerada pelo aniversário dela, mas quando ela surgiu, o apenas vê-la, com toda aquela energia dela, posso dizer que fiquei sobrecarregado. Agora sei, por que o Mundo tem medo do Irã ter Urânio enriquecido… Ela poderia estar na Lua, sozinha, que apenas com a alegria dela, a Lua não seria mais a mesma. Sem dúvida, quem alternaria as marés seria a força da Letícia, a Lua seria só mais um ser magnetizado por ela. Mas, com aquele coração todo, aposto que ela faria uma mudança na Lua: ela tiraria a bandeira dos Estados Unidos, e colocaria a bandeira do Flamengo!

As Zero Hora estavam se aproximando, e Letícia queria brindar seu aniversário no Marco Zero da noite. Não sei se fui só eu quem percebeu, mas era notório que os segundos correram mais rápido do que de costume, para agradá-la! O estourar da garrafa de Champagne, aberta no estilo dela, foi como um tiro de canhão, saudando a nova idade! Noite quente, a Diva foi refrescar-se. Quando voltou, os amigos, as árvores, as estrelas e, mais uma vez a Lua, lhe cantaram “Parabéns”. As pedras portuguesas na calçada, que de burras nada tem, tornaram-se brilhantes, e a rua se alinhou, para que Letícia desfilasse… É que ela não anda como a gente, sabe… É claro que todos nós ouvimos Música, enquanto ela desfilava: vocês não acharam que o Vento Suave não prestaria sua homenagem, não é?

Pedaços de bolo para todo mundo: ela decretou “abaixo às dietas” naquele exato momento! Todas cederam: se a Diva come bolo, porque as mortais não podem? Aliás, nossas amigas foram um Espetáculo à parte: lindas, lindas, lindas! E, a cada momento que ela partia o bolo, mais pedaços surgiam, como o Cristo que, de cinco pães e dois peixes alimentou mais de cinco mil; não se trata do que se deu, quanto se deu ou quantos comeram. A semelhança está no ato em si: tudo feito com amor! Eu estava do lado dela, ora! Eu não sou Juca Pirama, mas meninos, eu vi!

Quanto ao Champagne, meu pé está no chão: Letícia não transformou água em champagne: Jesus Cristo foi um só! Glórias a Deus! E, Glória a Deus, por sermos amigos de Letícia, uma bênção legítima!

Letícia completou 33 anos. Bom, quando Jesus Cristo tinha 33 anos, o meteram numa cruz, o povo pancada da época quis Barrabás. Graças a Deus, ninguém está gritando o nome da Maria Bruaca, e nem querem crucificar a Letícia. Ao contrário: houve até “Um Marajá” que quis cobrir Letícia de rosas. Aí, a cômica Letícia surge, dizendo que sofreu bullying: é que, nos dias de escola, nossa Diva adorada era cortejada diariamente com uma rosa… Só que na frente do colégio inteiro. Como ela mesma costuma dizer: “Nobody deserve it”!

Entretanto, ela estava tão radiante em face do aniversário, que declarou: “se eu receber até flores, eu ficarei feliz”. Quem deve dar estas rosas? Eu não sei, aliás, quando cantaram “Com quem será que a Letícia vai casar”, ela foi enfática: “Quem souber, me diz, porque nem eu sei!”!  Receba, por hora, as Rosas de TONY BENNETT & K.D.  LANG, em uma das mais lindas versões da antológica “LA VIE EN ROSE”. Assim sendo:

http://youtu.be/9PcftBgC1Pk

“Mantenha-me em seu íntimo e guarde-me em segurança

Este encanto que você lança

Isto é a Vida em Rosa (Cor de Rosa ou as próprias Rosas)

Quando você me beija os Céus suspiram

E então eu fecho os olhos

Eu vejo a Vida em Rosa

Quando você me pressiona junto ao seu coração

Eu estou em um mundo à parte

Um mundo onde as rosas florescem

E quando você fala… Os Anjos cantam lá do alto

As palavras do dia-a-dia se assemelham… Se transformam em músicas de amor

Dê-me seu coração e sua alma para mim

E a Vida sempre será

La Vie em Rose”.

(Tradução: Carlos Pimenta)

UM FELIZ ANIVERSÁRIO, COMADRE QUERIDA! DEUS TE ABENÇÕE!

Anúncios

1 Response to “LETÍCIA POCHETTINI – REGISTRO – 2012”


  1. 1 Letícia
    outubro 24, 2012 às 10:33 pm

    Noooooooossa, eu não mereço tudo isso!!! Muito obrigada por todo esse carinho, Sílvio… De coração! Grande beijo!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


outubro 2012
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.


%d blogueiros gostam disto: