13
jul
11

DIA MUNDIAL DO ROCK’N ROLL


 NÃO, ESTE COLUNISTA NUNCA, JAMAIS FOI UM ROQUEIRO. E, O QUE MAIS EXISTE SÃO PESSOAS, SEJA NO ORKUT, FACEBOOK, TWITTER, MUNDO A FORA, PARA TESTEMUNHAR ISSO. ENTÃO, O QUÊ O COLUNISTA VAI FAZER, NO DIA MUNDIAL DO ROCK? VAI FALAR DE ROCK, ORA BOLAS! Não destas coisas que o querido leitor pode abrir no Wikipedia e ler; este Colunista vai falar, evidentemente, das coisas que viu, viveu, presenciou, nesses cinquenta anos de Rock’n Roll. Quem nunca estudou com aquela turma, sempre vestida de preto, camisas do NIRVANA, SEX PISTOLS, IRON MADEN, fãs alucinadas do OZZY OSBORNE, da felicidade de uma juventude inteira, quando a MTV passou a ser transmitida também no Brasil, se a memória deste Colunista não falha, em 1990/1991. Quem nunca ouviu aquele “vizinho camarada“, com seu amplificador no último volume, sempre dedilhando os mesmos acordes? Como este Colunista sabe? O edifício inteiro sabe, ora! Mas, vamos ao início, principalmente para esta juventude que pensa que Rock’n Roll tem algo haver com o colorido RESTART, e que penteados mesmo, só os metaleiros tinham; esquecam o Luan Santana! E mais: antes que alguém surja por aí, com um tal de Rock’n Roll Universitário, Elvis Presley, o Pai do Rock’n Roll  não foi fruto de Marketing, ou uma inveção da Indústria Fonográfica. O menino pobre, que até caminhoneiro foi, dentre outros ofícios, tinha a Música correndo em suas veias. Para variar, um violão à tira-colo, e uma ginga própria, digna de quem nasceu rodeado de negros! Quanta influência cultural!  E, naturalmente, com a voz treinada em Corais de Igrejas americanas, o boa pinta simplesmente foi ele mesmo, o tempo todo! O que este Colunista entende como bacana no Rock é isso: a originalidade, e uma “revolta” ao estabelecido imposto! Elvis chegou a serVir o Exército, como todo bom americano: seu batalhão ficava exatamente na Alemanha pós-Hitler! Quem responsabilidade: ajudar a desnazificar uma nação, com o Rock! Ele era maravilhoso, muito popular, varreu a Europa! Foi, oficialmente, o único artista que quase desbancou Frank Sinatra, como o artista mais popular do Planeta. Isso  não aconteceu por dois motivos: Frank Sinatra gostava dos “diferentes“, entrava “na onda“, e isso todos viram, quando The Voice cantou com os Beattles e, com seus oitenta anos, cantou com Bono Vox. E, outra grande verdade: enquanto o Mundo começava a “se agitar” com esse novo ritmo, o Rock, com o Elvis, os Beattles, os Rolling Stones, e tantos que surgiam, um tal de Tom Jobim levava a Bossa Nossa que, definitivamente, salvou nos Anos 1960 a carreira de Frank Sinatra, e ele sempre soube disso! Mas, como todo movimento Musical, novos artistas chegaram, com suas guitarras, e quantas foram quebradas em shows, incineradas até! Aqueles cabeludos tatuados, ou apenas aqueles camaradas como Rod Stewart, Freddie Mercury e Bruce Springsteen, considerado pelas mulheres, a melhor bunda do Planeta… Que homens gostem de bunda de mulher, este Colunista entende e sabe bem a razão, mas, o quê uma mulher faz com a bunda de um homem? Enfim, sensuais ou não, certamente, nos Anos 1980, o Rock’n Roll mostrou todo seu poder, numa Era em que, o Brasil deixava de ser governado pelos Militares, e eles não perderam tempo: Evandro Mesquita, Lobão, Cazuza, Perdidos na Selva, Dr. Silvana e o Brasil, se identificando com cada canção deles!  Já o Mundo, dizia adeus às Ditaduras Comunistas: “We Are the Champions” talvez, só não foi ouvida mais do que “How Can I Go On“, quando a Ópera olhou para o Rock, e disse: “E, então? Pode ser?”. Ou seja, o Rock’n Roll é universal. Em todos os idiomas, ele é cantado, e é mais do que uma relação exclusiva com a Juventude, não a atual, que francamente, não merecia estas coisas que estão na famigerada MODA, mas sim todo o talento, de tantos grandes artistas, inseridos no que mais amavam fazer! “Sexo, Drogas e Rock’n Roll“, ora, palavras de ordem que, diante do que vemos nos bailes Funks de hoje, por exemplo, não passam de chavão de Comédia! E, é assim que este Colunista vê o Rock, e agradece a Deus por ele; agradece também pelos amigos roqueiros, hoje carecas, antes com vastas cabeleiras, antes com tatuagens radicais, hoje com manchas desbotadas, mas, quando pegam a guitarra, voltam a ser, com a misericódia que Deus, igual a este Colunista: Rejuvenescido, “Pra Cima“, sem um fio de cabelo branco!

 É ISSO AÍ! MUITO ROCK’N ROLL DIRETO NA VEIA !!!

FELIZ DIA MUNDIAL DO ROCK’N ROLL !!!

Anúncios

0 Responses to “DIA MUNDIAL DO ROCK’N ROLL”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


julho 2011
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.


%d blogueiros gostam disto: