01
jul
11

RELACIONAMENTOS AFETIVOS


 MAIS UMA VEZ, O BLOG DO PIMENTA SE VALERÁ DA MAIS PODERORA ARMA, QUE SEMPRE UTILIZA: A CAPACIDADE DO LEITOR DE PENSAR! que o Mundo evoluiu, não é uma novidade. Este Colunista, mais uma vez, quando arguído sobre o casamento, por uma moça, lhe disse abertamente o que pensa: “O Casamento é como um grande submarino: até navega, mas, foi feito para afundar!”. A moça, desapontada, se reclamou, dizendo que todo mundo diz coisas parecidas (mais originais até, que a definição deste Colunista), de tal forma que, para ela, ficava difícil de se casar. Naturalmente, se todo mundo fala horrores do casamento, é porque boa coisa ele não deve ser! Ou, será que existe um complô internacional, conta  aquela moça simpática, na qual até este Colunista está envolvido, sem saber? É uma questão de parâmentros: não é possível comparar A Vida, no tempo da minha avó, com A Vida hoje. Veja como são as coisas: por exemplo, no Tempo da minha Avó, a moça entrava de Branco na Igreja porque, de fato, era virgem, e isso era atestado pelo Exame Nupcial, que o casal realizava antes do casório. Hoje, encontar uma noiva virgem… O passar do Tempo mudou demais as coisas! E, as Sonhadoras preferem ver os dois, ou no máximo, três Casamentos que “funcionaram” (pois que, só vivendo com o casal, para se saber como ele funciona!), à Moda Antiga, do que a imensidão que não funciona. Até a mais tradicional Monarquia do Planeta, a do Reino Unido, cuja Rainha também é Chefe da Igreja Anglicana,” teve” que permitir que o Principe William “vivesse junto” por um tempo, com Kate Middleton, para se ver se, de fato, o casamento daria certo. Até os Passadistas, como este Colunista, sabe que, quando uma mulher “quer casar“, na certa, é Golpe do Baú! Ainda nessa linha, porquê que todas essas moças “que querem casar“, estranhamente (porque todo homem sabe que mulher não gosta de sexo!), não passam um dia sem sexo, mas, “tem alergia à Pílula Anticoncepcional“, já prevendo jogar nas costas de um bebê, a responsabilidade da constatação de toda sua ambição. Claro que pode casar, até os Homossexuais podem casar hoje em dia, mas, com Separação Total de Bens, ou seja, a mulher sai do casamento com o que entrou, e o homem também! De outro modo, a mulher conduz o homem a bancarrota, sem dó ou piedade. Agora, o que a Antropologia chama de Amor Romântico, algo que surgiu no Século XIX, é a concepção que várias das Deslumbradas possuem, mas com uma Distorção: de fato, o camarada a ama, lambe o chão que ela pisa, mas  ele, em função da Distorção, tem que ser também Rico, Bonitão e causa inveja nas amigas Solteironas. No chamado Amor Romântico, o amor é comum a ambos, daí, a razão do Casamento. Antes, o Casamento era algo óbvio: um homem precisa de uma esposa; então ele procurava uma boa dona de casa, que, por sua vez, procurava um homem honesto e trabalhor. O Mundo, como pode o leitor observar, já foi bem mais simples! Este Colunista não pretende transformar suas palavras em Regras: apenas deseja lançar luzes, antes que a burrada seja feita! Olho vivo, porque, como dizia IBRAHIM SUED: “Cavalo não desce escada…”

Anúncios

1 Response to “RELACIONAMENTOS AFETIVOS”


  1. 1 Iberê
    outubro 24, 2011 às 7:38 am

    Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
    Te escrevo pra divulgarmos nosso blog, que ainda está em processo de expansão. rsrs
    Se quiser nos acompanhar e dar umas boas risadas de vez em quando:
    http://www.o-cercadinho.blogspot.com
    Será um prazer te ter nos visitando lá, viu?
    Abração,

    Heitor, Iberê e Wanderlei

    O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares…

    Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de “queridas” (como diria nosso amigo Iberê), mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. O estilo Censo do Ibope, com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.
    Neste blog, somos três homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Seco, direto, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê.
    Nos textos, contraste de jeito, forma de escrita, mas em todos a disputa, competição em cativar mais devotas para O Cercadinho pessoal. Não haverá limites, pudor e senso, vamos querer duelar pela conquista de cada leitora.
    Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


julho 2011
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Comentários

Tadeu raphael martor… em COLÉGIO DA MABE – 90…
auto em GIL VICENTE
Jorge Antonio Barros em COLÉGIO DA MABE – 95 ANO…
Deyse Maria Manni Di… em COLÉGIO DA MABE – 94…
CESÁRIO OLIVEIRA. em CARLOS PIMENTA VISITA: OS DIÁR…

%d blogueiros gostam disto: